Feiras

Sebrae/ES promove reencontro de feirantes e fregueses em “Feira na internet”

O objetivo é que as vendas possam continuar, mas evitando a aglomeração

Plataforma permite que feirantes e clientes façam negócioCom as medidas de isolamento em vigor para conter o avanço do coronavírus (Covid-19), o Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) criou um ambiente virtual para reaproximar o feirante e o freguês. Na plataforma Feira na internet (www.feiranainternet.com) é possível selecionar feirantes por região e comprar diretamente desses profissionais sem qualquer intermediário. 

A proposta é colaborar para que o feirante mantenha seu pequeno negócio funcionando de maneira remota e segura para a saúde de todos. De forma fácil e intuitiva, o cliente vai encontrar os feirantes que fazem entrega em seu bairro. Na busca, é possível selecionar feirantes por cidade, bairro, tipo (convencional ou orgânico), em categorias como açougue, aves, frutas, laticínios, peixes, temperos, verduras e legumes, entre outros. Tudo simples, direto e de graça.

“A ideia é que os feirantes de rua possam vender por essa plataforma. É muito simples, quando o cliente clica para fazer um pedido, ele conversa via Whatsapp diretamente com o feirante para combinar entrega, forma de pagamento e tudo mais”, explica o analista do Sebrae/ES, Samuel Graciolli. Na aba “Seja um feirante” do site, os profissionais podem cadastrar seus produtos e serviços para figurar na plataforma.

A feirante Alessandra Pereira da Silva vende produtos suínos com o marido Anderson, em Vila Velha. O casal vê a plataforma como uma possibilidade de dar visibilidade aos seus produtos. “Muitas pessoas estão preferindo ir aos supermercados e, com isso, as vendas têm caído bastante. Apesar disso, temos boas expectativas para um volume maior de encomendas com a ajuda do site”, ressalta.

Ações

O Espírito Santo tem hoje um total de 392.305 empresas ativas, sendo 252.217 Microempreendedores Individuais (MEI) e 140.088 Micro e Pequenos Empreendedores (ME/EPP). Um levantamento do Sebrae mostra que cerca de 150 mil pessoas ainda trabalham por conta própria, mas na informalidade, como vendedores ambulantes, no comércio varejista com ponto fixo, ou oferecendo serviços de porta a porta. Empregos formais somam 405.642 ME/EPP e mais 50 mil. Ao todo 857.859 pessoas são ocupadas nos Pequenos Negócios.

Nesse momento de crise para o setor, o Sebrae está empenhado em continuar ajudando os pequenos negócios para minimizar os efeitos da situação causada pelo novo coronavírus. Foi intensificada a abordagem de atendimento remoto e criada a plataforma de apoio do portal “Por Onde Começar” (http://sebrae-porondecomecar.com.br). A plataforma tem como objetivo apoiar empresários de micro e pequenas empresas e toda a sociedade a enfrentar este momento com união e soluções: conteúdo, cursos e soluções gratuitamente.

Ao acessar o portal, o empreendedor tem a sua disposição alguns canais de interação: Fale com o Sebrae, que funciona das 8h às 18h; Consultorias on-line com cerca de 50 consultores especializados nas temáticas de gestão financeira, marketing e venda digital, das 8h às 18h; e a Central de atendimento via 0800 570 0800, que funciona das 9h às 17h, tirando dúvidas e orientando quanto aos produtos de Ensino a Distância (EAD) e outros serviços digitais. Na plataforma o empreendedor também encontra cursos gratuitos de EAD e vídeos com dicas práticas para enfrentar as situações de crise.

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Assessoria de Comunicação Sebrae/ES
Sayonara Lacerda / Marcella Andrade / Gabriela Jucá
Tel: (27) 3041-5613 / 3041-5531
E-mail: sayonara.lacerda@es.sebrae.com.br 
marcella.sucupira@es.sebrae.com.br 

INFORMAÇÕES PARA EMPREENDEDORES
Central de Relacionamento Sebrae - 0800 570 0800
Os textos veiculados pela Agência Sebrae de Notícias – ES são produzidos pela Assessoria do Sebrae/ES e podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da Agência.