RECONHECIMENTO

Sebrae premia cidades do ES

O Prêmio reconhece projetos que estimulam o empreendedorismo e traz em suas categorias questões como gestão pública, sustentabilidade e fomento à educação

Valorizar projetos que mostram a força dos pequenos negócios no desenvolvimento dos municípios. Este é o objetivo do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Em sua décima edição, a cerimônia reuniu autoridades políticas de todo o Estado na noite de ontem (25), no Vitória Grand Hall, e exaltou Viana, Nova Venécia,  Anchieta, Dores do Rio Preto, Brejetuba e Itaguaçu como os municípios onde as prefeituras apresentaram atuações mais relevantes e assertivas para o desenvolvimento do empreendedorismo capixaba.

O Prêmio reconhece projetos que se destacam e que estão mudando a realidade dos municípios. Foram premiados gestores que implantaram projetos que estimulam o surgimento e o desenvolvimento de pequenos negócios, além da modernização da gestão pública.

Os prefeitos premiados foram Fabricio Petri, de Anchieta, pelo projeto Anchieta Criativa e Empreendedora, através da categoria “Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios”; João do Carmo Dias, de Brejetuba, pelo projeto Educação Familiar Despertando Empreendedores, na categoria “Empreendedorismo na Escola”; Cleudenir José de Carvalho Neto, de Dores do Rio Preto, pelo projeto Compras Inteligentes: Valorizando os Pequenos Negócios Locais, na categoria Compras Governamentais de Pequenos Negócios; Darly Dettmann, prefeito de Itaguaçu, pelo projeto Acamarita, na categoria “Inovação e Sustentabilidade”; Mario Sérgio Lubiana, de Nova Venécia, pelo projeto Campo Vivo - Turismo Rural, na categoria “Pequenos Negócios no Campo” e Gilson Daniel Batista, prefeito de Viana, pelo projeto Viana Empreendedora, na categoria “Inclusão Produtiva e Apoio ao Microempreendedor Individual”.

Ao receber o resultado da premiação, Fabrício Petri, de Anchieta, falou sobre como o empreendedorismo tem sido uma saída para a recuperação econômica do município após o encerramento das atividades da Samarco. “Precisávamos sair da zona de conforto que a receita das atividades mineradoras nos mantinha e criar políticas públicas que estimulassem o empreendedorismo. Aprendemos que é possível trilhar o caminho de desenvolvimento sem depender das grandes empresas”, comemorou.

Sobre a educação empreendedora, o destaque ficou por conta das ações desenvolvidas pela prefeitura de João do Carmo Dias. “Nossas ações foram educativas e mostramos para o trabalhador do campo o potencial de sua produção, para que pudesse empreender e montar pequenos negócios. Vem dando muito certo”, apontou. Ainda sobre o fortalecimento da economia campesina, o prefeito de Nova Venécia, Mário Sérgio Lubiana, falou sobre os esforços que vêm sendo feitos no município para combater o êxodo rural. “Nós estamos capacitados para desburocratizar os processos e abrir uma empresa em 15 minutos. Também criamos políticas que valorizam a cultura local, com culinária e turismo, para que os moradores sintam prazer em se manter no município”, afirmou.

Na categoria de compras públicas, o destaque ficou com a prefeitura de Cleudenir José de Carvalho, de Dores do Rio Preto. “Nós conseguimos mais do que triplicar a representatividade dos produtos cultivados no município comprados pela prefeitura. Saímos de uma realidade em que até pão comprávamos de municípios vizinhos”, relembra.

Sobre ações voltadas ao empreendedorismo que estimulam inovação e sustentabilidade, o destaque foi para Darly Dettmann, prefeito de Itaguaçu. “Trabalhamos em cima da separação de resíduos e, então, simplesmente paramos de pagar para enterrar dinheiro. A mudança da concepção sobre o que é o lixo e como deve ser feito seu descarte realmente mudou a perspectiva do município”, ressaltou.

Último a ser a anunciado, Gilson Daniel, prefeito de Viana, teve sua atuação reconhecida no sentido de promover a inclusão e o acesso ao empreendedorismo para todos os munícipes. “Construímos um projeto sólido e fundamentado através de mais de 30 ações voltadas à realidade de todos os moradores do município, sejam os contemplados pelo comércio, artesanato, pequenas indústrias e/ou área rural”, exemplificou.

Este ano, o Sebrae ES recebeu 37 inscrições de projetos de 27 prefeituras do Estado. Os vencedores estão concorrendo à etapa nacional do Prêmio, que acontecerá no dia 5 de junho, em Brasília, para a premiação dos projetos com maior destaque entre as prefeituras de todo o Brasil.

O Superintende do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresa do Espírito Santo (Sebrae ES), Pedro Rigo, disse que o prêmio é um reconhecimento ao empreendedorismo local. “O Sebrae ES atua nos 78 municípios agregando valor e capacitando os empresários no desenvolvimento de produtos e serviços oferecidos. Com a parceria das prefeituras, esse esforço traz mais emprego, crescimento e bem-estar social à população. O Prêmio é um incentivo que utilizamos para jogar luz nas boas práticas de integração entre o poder público e o setor produtivo local”, comemora Pedro Rigo.

 Saiba mais sobre os critérios de cada categoria do prêmio:

 

Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios
Essa categoria é voltada para projetos de desenvolvimento e aprimoramento do ambiente dos pequenos negócios locais de qualquer natureza, por intermédio da regulamentação e implementação efetiva de políticas públicas baseadas na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que promovam melhorias significativas em aspectos como desburocratização, tributação, compras governamentais, acesso ao à mercado, justiça, inovação, e outros pontos da referida Lei Complementar 123/2006. 

Compras Governamentais de Pequenos Negócios
Essa categoria premia projetos com foco na ampliação das compras da prefeitura junto aos pequenos negócios locais.

Pequenos Negócios no Campo
Essa categoria premia projetos com foco na melhoria do atendimento e apoio da prefeitura para o desenvolvimento dos pequenos negócios rurais no município.

Inovação e Sustentabilidade
Essa categoria premia projetos da prefeitura que estimulem os pequenos negócios quanto à   inovação de processos, produtos, gestão e marketing, bem como quanto à sustentabilidade social, ambiental e econômica. 

Empreendedorismo nas escolas
Esta categoria premia projetos que promovam a divulgação e implementação da educação empreendedora nas instituições de ensino municipais, a exemplo do PNEE – Programa Nacional de Educação Empreendedora (iniciativa do Sebrae) ou outras políticas. 

Inclusão Produtiva e apoio ao Microempreendedor Individual
Essa categoria premia projetos com foco nas ações do município para contribuir para a inclusão produtiva do Microempreendedor Individual, cooperativas, associações, artesãos, agricultores familiares, etc, assegurando a aplicação do tratamento diferenciado e favorecendo o seu desenvolvimento  e competitividade. 

 

Confira os premiados no X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor: 

Município

Projeto

Categoria

Prefeito

Anchieta

Anchieta Criativa e Empreendedora

Políticas Públicas p/ Desenvolvimento dos Pequenos Negócios

Fabricio Petri

Brejetuba

Educação Familiar Despertando Empreendedores

Empreendedorismo na Escola

João do Carmo Dias

Dores do Rio Preto

Compras inteligentes: valorizando os pequenos negócios locais

Compras Governamentais de Pequenos Negócios

Cleudenir José de Carvalho Neto

Itaguaçu

Acamarita

Inovação e Sustentabilidade

Darly Dettmann

Nova Venécia

Campo Vivo "Turismo Rural"

Pequenos Negócios no Campo

Mario Sérgio Lubiana

Viana

Viana Empreendedora

Inclusão Produtiva e Apoio ao Microempreendedor Individual

Gilson Daniel Batista

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Assessoria de Comunicação Sebrae-ES
Criar Comunicação - criar@criarcomunica.com.br
Karolina Lopes – (27) 3345 6973 | (27)- 99976 6190
Denise Povoa – (27) 99932 1978

 
INFORMAÇÕES PARA EMPREENDEDORES
Central de Relacionamento Sebrae - 0800 570 0800
contato@es.sebrae.com.br
Os textos veiculados pela Agência Sebrae de Notícias – ES são produzidos pela Assessoria do Sebrae/ES e podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da Agência.